Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Anna Duarte

Dom | 12.11.17

Tudo sobre a minha experiência de Dermopigmentação nas sobrancelhas

É isso mesmo! Hoje venho contar-vos tudo sobre a minha experiência de Dermopigmentação.

 

IMG_8806.JPG

 

Quando era mais nova, tinha umas sobrancelhas bastante cheias, muito grossas e saudáveis, mas com o passar do tempo, à medida que fui ficando mais velha, comecei a fazer as sobrancelhas consoante as modas.
A verdade é que a moda de ter sobrancelhas finas, fez-me tirar pêlos que nunca mais voltaram a nascer e isso começou a incomodar-me, pois fiquei com a extremidade das sobrancelhas bastante fina (como podem ver pelo "Antes").

Então comecei a pintá-las diariamente com sombra, lápis ou com um gel, próprios para sobrancelhas. Estas técnicas ajudam bastante, mas tornam-se muito incómodas para o dia a dia, não só por ser mais um tempinho que perdemos na hora da maquilhagem, como também porque qualquer descuido pode fazer com que a sobrancelha toque em algum lado e deixe a sua marca.

 

Assim sendo, comecei a pesquisar procedimentos que me fossem ajudar com este "problema", até que descobri a Dermopigmentação. Fui estudando muito bem esta técnica e tirando dúvidas com profissionais acerca de qual a melhor forma de disfarçar esta falha e após ter decidido muito bem o procedimento que ia fazer, foi altura de escolher ONDE o fazer. E foi depois de muita pesquisa pelos melhores centros de estética, que encontrei a Gi.

 

20264296_QuZln.jpeg

 

Ao longo de um ano pesquisei o trabalho dela e vi quais as técnicas que ela utilizava, então decidi contactá-la. 

Fizemos a marcação e lá fui.

Ao analisar o meu caso, a Gi viu que a melhor opção para mim seria a Dermopigmentação fio a fio e o Shadow (o chamado Magic Shading).

 

Em que é que isso consiste!? Primeiro são desenhados "pêlos" na pele, um a um, para dar um efeito bastante natural e depois é dado um sombreamento para dar dimensão ao olhar. Como podem ver pela foto do "Depois", o resultado ficou PERFEITO, não podia pedir melhor!!!

 

Quanto custa este tratamento?! Isso vai depender muito do tipo de profissional e das condições em que for feito o tratamento. Consultem um bom profissional, para vos dar a melhor avaliação.

 

Dói muito!? Quase nada!!! A Gi aplicou-me um anestésico, o que fez com que não sentisse praticamente nada. Foi muito tranquilo!

 

Aconselho vivamente a fazerem, meninas, porque ajuda bastante a quem tem este tipo de falhas, ou até mesmo algo mais grave (pessoas com alguma doença em que o cabelo caia, ou que tenha passado por quimioterapia, etc). É uma mais-valia para todos os casos.

 

 

 

Deixo aqui o Intagram da Gi, caso queiram marcar ou tirar alguma dúvida!